Pular para o conteúdo principal

Bravestarr em lianhuanhua



Lianhuanhua é um tipo de livro chinês que cabe na palma da mão, nele são publicadas histórias de arte sequencial, podendo ter legendas e até balões, é considerado o precursor dos quadrinhos chineses (chamados de manhua) surgido no início do século XX. O formato lembra os Big Little Books ou tijolinhos como ficaram conhecidos no Brasil, embora os Big Little Books tivesse mais textos. Também lembra formato talão de cheque dos quadrinhos italianos (fumettis) onde surgiu o cowboy Tex Willer da Bonelli, embora esses tivesses três tiras por página, na Itália é chamado de formato a striscia, literalmente, formato de tiras (por conta do uso de três tiras que remetem as tiras diárias).


Bravestarr foi uma série animada do gênero faroeste espacial (um misto de space opera com o faroeste) da Filmation, conforme comentei no outro blog, teve quadrinhos nos Estados Unidos, Itália e até mesmo no Brasil.


Eis que encontrei essa inusitada versão em lianhuanhua, muito provavelmente pirata, tal como fizeram com Star Wars, He-Man (que também teve desenho pela Filmation), As Aventuras de Tintim de Hergé, Astro Boy de Osamu Tezuka, entre outros.






Referências e dicas de leitura


Lianhuanhua: China’s Pulp Comics


Lianhuanhua - Wikipédia em inglês

Lianhuanhua - Wikipédia em francês

More Chinese LianHuanHua

Chinese Llianhuanhu: A century of pirated movies

Historias em quadrinhos chinesas tradicionais - Chinese traditional comics - Lianhuanhua


Lianhuanhua - John A Lent - Nona Arte: Revista Brasileira de Pesquisas em Histórias em Quadrinhos - ECA/USP


Do alto da Grande Muralha da China, 2 mil anos de histórias em quadrinhos vos contemplam...


Lianhuanhua na China

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cavaleiro da Lua em mangá

Uma postagem do quadrinista Jean Sinclair, colunista do site Multiversos Nerd, no Facebook mostrou mais uma tentativa da Marvel no Japão.

Como se sabe, em 1978, a Marvel licenciou o Homem-Aranha para uma série de televisão live-action ou tokusatsu como também são conhecidas essas produções no Japão, conforme comentei em outra postagem, essa série gerou mangás nas revistas TV Land , Tanoshī Yochien, TV Magazine (da editora Kodansha) e Bōken'ō (da editora Akita Shoten). Contudo, a Marvel tinha planos de licenciar mais personagens para a editora como Homem 3-D, Surfista Prateado e Cavaleiro da Lua, um concept art produzido por Ryu Nigouchi (famoso designer da Toei Company, além de trabalhos com Shotaro Ishinomori e Go Nagai) apresentou o visual do Cavaleiro da Lua, essa versão do herói foi comparado com outro herói japonês, o Gekko Kamen (algo como Máscara da Lua), surgido numa série de TV em 1958 e foi adaptado para os mangá por Jiro Kuwata, o cocriador de Oitavo Homem e também res…

Os mangas de Tarzan

Os quadrinhos franco-belgas de Lucky Starr, série juvenil de Isaac Asimov

Em 1951, o agente literário e escritor Frederik Pohl e o editor Walter Bradbury procuraram Isaac Asimov e sugeriram que ele criasse uma série infanto-juvenil para ser adaptada para a televisão, temendo ficar marcado por essa série, o escritor resolveu usar o pseudônimo Paul French (Paul francês em português), a série foi inspirada em Lone Ranger e o primeiro livro lançado no ano seguinte com o título David Starr, Space Ranger (As Cavernas de Marte no Brasil) pela Doubleday, em 1953, lançou Lucky Starr and the Pirates of the Asteroids, contudo, a série de TV nunca foi lançada, uma vez que em 1954 surgia a série de TV  Rocky Jones, Space Ranger, que inviabilizou o projeto.





O primeiro romance foi uma espécie de space western ou faroeste espacial, sendo inspirado no Lone Ranger, o personagem David Starr (cujo apelido era Lucky) usava inclusive uma máscara e era conhecido como Space Ranger, o romance foi ambientado em Marte, embora fosse uma obra juvenil, a descrição do planeta Vermelho foi…